(11) 2076 9800 [email protected]

Armazenagem de materiais de merchandising: como funciona?

Um tópico pouco discutido quando se fala em estratégia de merchandising é a armazenagem dos materiais. Dentro da logística promocional, a maneira como são guardados e, posteriormente, transportados os materiais de ações de merchandising merece um olhar mais apurado. 

E é sobre isso que vamos conversar neste artigo. 

No post de hoje, vamos entender por que um bom planejamento é fundamental para uma estratégia de merchandising e como a armazenagem influencia na qualidade da execução logística. 

Você também conhecerá como a Viena Log, uma das mais respeitadas empresas de logística promocional do Brasil, atua nesta frente. Acompanhe! 

O papel fundamental do merchandising 

O merchandising parece simples na superfície, mas é mais uma ciência do que uma arte. A importância primordial do merchandising é exibir claramente os produtos para que sejam fáceis de encontrar. E quanto mais produtos forem exibidos, mais complexo será o processo. 

Merchandising é estratégia 

Há uma série de métodos que são colocados em prática em uma estratégia de merchandising bem estruturada. E eles estão sempre em evolução, uma vez que a dinamicidade do mercado atual requer inovação e constante diferenciação da concorrência. 

Isso tudo sempre levando em conta que merchandising é tudo o que se faz para promover e vender produtos quando o cliente estiver nas proximidades da loja, já que existem outras definições para o termo. 

Certamente, se já circulou por uma grande rede de varejo, você pôde perceber que os vários tipos de mercadorias estão expostos em lugares específicos, sempre relacionados umas com as outras, criando uma sequência lógica. Isso é o trabalho do merchandising em ação. 

A loja deliberadamente colocou certos produtos em uma determinada posição para atrair a atenção dos consumidores e convertê-los em uma venda. Isso cria uma séria competição de marca pelos espaços principais nas prateleiras de supermercados e home centers Brasil afora. 

Novos consumidores requerem merchandising inovador 

Por outro lado, muitos consumidores estão buscando um produto específico e a loja deve tornar esses produtos fáceis de serem encontrados. Se os consumidores não encontrarem os produtos que desejam com facilidade, eles terão a preferência por comprar em outro lugar. 

As ações de merchandising que merecem máximo planejamento 

Isso significa que o merchandising deve mostrar ao cliente os produtos desejados, facilitando a localização entre as diversas ofertas expostas. Em última análise, o merchandising é uma estratégia e uma tática dentro da grande estratégia de trade marketing. Ele compõe a gama de ações necessárias para que os traders atinjam seu objetivo principal: fazer com que o cliente escolha uma marca específica no momento de decisão de compra. 

Layout 

O merchandising começa com a abordagem visual e o layout do ponto de venda (PDV). A loja deve ter um layout que seja faça sentido enquanto orienta o consumidor através de uma rota de senso comum. 

Um bom layout é, geralmente, aquele que é dividido em categorias. Ou seja, cada grupo de produtos similares, que tenham a mesma finalidade, é demonstrado em um lugar específico, e sempre com os rótulos bem visíveis aos olhos dos clientes. 

Algumas lojas, no entanto, têm um layout mais aberto, mas a divisão por categoria continua a mais popular. Uma loja de artigos esportivos, por exemplo, pode ter um design aberto, onde cada tipo item é exibido em uma seção separada. Já em uma loja de roupas, por exemplo, as peças são colocadas em prateleiras circulares ou araras ao invés de ilhas. 

Em suma, um bom layout é aquele em que cada seção é vista pelo cliente como óbvia, além de ser fácil de acessar. 

Apelo visual 

Depois de determinar o layout e a planta baixa da loja, a exibição dos produtos é a próxima preocupação. O merchandising eficaz exibe produtos para facilitar a navegação enquanto atrai os olhos para as áreas desejadas da loja. 

O aspecto do apelo visual do merchandising é parte criatividade e parte ciência. Em muitos casos, só se chega ao apelo visual ideal depois de muita experimentação, especialmente em termos de layout. Saber quais layouts impulsionam as vendas é fundamental para uma operação eficaz. 

Pequenos donos de lojas de varejo podem modelar displays baseados em grandes lojas de caixa que investiram em coleta de dados intensiva. Em alguns casos, no entanto, uma exibição criativa em uma pequena loja pode vender igualmente, destacando um produto de maneira única. Se a exibição falhar, o varejista deverá rapidamente substituí-la por um outro modelo já comprovado. 

Se uma venda estiver em foco, como a oferta de um produto específico em promoção, por exemplo, um display especial muitas vezes trará esses produtos à frente e ao centro para gerar conversões. 

Da sinalização ao nível dos olhos à distância em que os consumidores ficam dos produtos, tudo isso entra no que chamamos de estratégia de apelo visual. Seja como for, o merchandising envolve a criação de uma exibição funcional, que chama a atenção para o produto, tornando-o atraente para a compra. 

Estocagem de materiais e dados 

Indo além da importância de um layout limpo e organizado com displays visualmente apelativos, o merchandising é um jogo de dados e inventário. A troca de telas para destacar itens sazonais é uma prática comum e facilmente reconhecida. 

No entanto, a exibição de mudanças para mover o inventário antigo é mais sutil – como o nível de alimentos perecíveis giratórios para trazer o mais antigo para primeiro plano em um supermercado, por exemplo. 

Além disso, o merchandising se preocupa com a coleta de dados sobre a rapidez com que produtos são vendidos em displays diferentes, por exemplo. Armado com esta informação, o varejista pode gerenciar melhor seus estoques. 

Em alguns casos, um varejista deixará intencionalmente alguns produtos com baixo estoque nas prateleiras para mostrar escassez e impulsionar as vendas. Embora isso não seja muito comum, um varejista que coleta informações sobre dados e desempenho de merchandising pode, pelo menos, gerenciar o inventário e os pedidos com mais eficiência. 

Os materiais promocionais dentro da estratégia de merchandising 

Nenhuma discussão sobre os fundamentos do merchandising pode ser completa sem mencionar a cadeia de suprimentos como um todo. Sem isso, a estratégia é vista meramente como a exibição visual e a propaganda de produtos. Mas ela também envolve o trabalho de disponibilizar os produtos, que acontece por trás dos bastidores. 

Isso pode incluir pedidos de atacadistas e gerenciamento de estoque de mercadorias, que incorpora elementos de contabilidade e gestão de negócios. 

O aspecto que queremos chamar atenção neste texto é relativo aos materiais promocionais, como banners, cartazes e displays usados em campanhas específicas e na estratégia de merchandising em si. É sobre a armazenagem deles que estamos refletindo, afinal. 

Os materiais promocionais servem, entre outras coisas, para diversos fins, como você vai ver nos tópicos abaixo! 

Garantir exposição e reconhecimento de marca 

Ao contrário de um anúncio tradicional, os materiais promocionais podem ser entregues como brindes aos clientes. 

Por outro lado, os materiais de publicidade que ficam expostos no PDV ativam o reconhecimento instantâneo da marca. São eles que fazem o cliente parar e prestar atenção em meio a diversas opções disponíveis em uma loja, por exemplo. 

Agregar valor aos produtos 

Itens promocionais, como camisetas, por exemplo, provavelmente não serão jogados fora. Eles são vistos mais como presentes do que propagandas e agregam valor ao produto e à marca. 

Mesmo os materiais que não são entregues ao cliente, como aqueles que ficam em exposição no PDV, conferem mais valor ao produto. Um simples wobbler ou stopper compõe uma comunicação visual que agrada aos olhos, podem despertar emoções e fixar a marca na mente do consumidor. 

Dar um verniz de criatividade 

Outdoors, spots de rádio, anúncios em jornais e comerciais de televisão são bons, mas seus formatos não são exatamente originais. 

Os materiais promocionais colocados no PDV ou entregues aos clientes e prospects, por sua vez, podem demonstrar mais criatividade e proximidade. Além disso, eles são mais tangíveis para os consumidores, pois se tratam de uma comunicação one-to-one. 

Reduzir gastos com publicidade e propaganda 

Qualquer profissional de marketing experiente conhece os altos custos dos métodos tradicionais de marketing. Os materiais promocionais, por sua vez, estão disponíveis em uma variedade tão grande de formas e tamanhos que podem ser encaixados até em baixos orçamentos. 

Pergunte a um promotor de vendas o quanto fica mais fácil abordar um potencial cliente no PDV tendo um material promocional em mãos. Isso faz muita diferença na abordagem, mas também proporciona melhor fixação da marca, ajudando o consumidor a lembrar dela em casa, quando a necessidade do produto se concretizar. 

A importância de uma boa armazenagem de materiais de merchandising 

A armazenagem do material de merchandising deve ser feita de maneira estratégica. Isso implica desde o manuseio correto dos materiais até sua entrega pontual. Para isso, é necessário todo um cuidado com o espaço físico, o controle das mercadorias, sua rastreabilidade e segurança na estocagem. 

Veja, a seguir, os desafios mais comuns enfrentados na armazenagem de materiais de merchandising: 

Sincronicidade das campanhas 

Dependendo do tamanho da campanha de marketing promocional, são necessários vários locais para armazenar as peças de merchandising criadas. 

Varejistas com atuação nacional, por exemplo, precisam organizar seus PDVs com os materiais publicitários de forma síncrona; ou seja, todas ao mesmo tempo e com o mesmo padrão visual de embalagens, espalhados em várias cidades no país. 

Qualidade dos materiais 

A maneira como os materiais são armazenados faz toda a diferença, uma vez que estoques com gerenciamento aquém da qualidade ideal podem criar quebras, entre outras consequências prejudiciais à campanha e ao negócio em si. 

Transporte organizado e ágil 

A armazenagem adequada é o início de tudo. Se ela acontecer corretamente, o transporte correto e a entrega pontual tendem a fluir com mais facilidade. 

O contrário também é verdadeiro: sem um bom armazenamento, fica difícil dimensionar as cargas, especialmente quando se opta por um transporte multimodal envolvendo automóveis, caminhões, aviões, e navios – algo bastante comum em campanhas de abrangência nacional em um território tão vasto como o brasileiro. 

Logística promocional 

A armazenagem é um processo muito importante dentro do que chamamos de logística promocional. Ou seja, ela é um dos serviços dentro dessa estratégia mais ampla. Soma-se ao transporte, à administração, à operacionalização de entregas e à distribuição de materiais promocionais, entre outros processos menores. 

Imagem da marca e relacionamento com clientes 

Distribuidores que cuidam do trade marketing de uma empresa enviando promotores de vendas às lojas para organizar e gerir PDVs podem ter sérios problemas caso o processo de armazenagem não seja realizado com máximo rigor. Atrasos, avarias e extravios de materiais são os problemas mais comuns. E isso não é bom nem para o relacionamento com o cliente e nem para a imagem da marca entre os envolvidos na operação. 

Logística reversa 

Considerando os imprevistos logísticos que podem acontecer em uma campanha promocional, é importante pensar na armazenagem de materiais de merchandising também pelo ponto de vista da logística reversa. 

Caso um material não seja enviado e entregue dentro do cronograma estabelecido por ambas as partes, as devoluções e trocas devem acontecer com máxima rapidez. Para não prejudicar o cliente, ou o fabricante diretamente, quanto para evitar maiores desgastes à marca. Isso vale também para o término da campanha, onde os materiais devem ser retirados e encaminhados ao descarte de forma rápida e efetiva. 

Como a Viena Log cria soluções em armazenagem para seus clientes garantirem a melhor estratégia de merchandising 

Especializada em logística promocional, a Viena Log presta serviços de armazenagem e entrega de materiais promocionais com máxima qualidade. Em todo o território nacional. E isso é feito com uma estrutura de primeira grandeza. 

Espaço físico não falta 

O armazém principal da Viena Log tem 7.500 m² de área total. Ele é verticalizado em posições porta-paletes para uma armazenagem eficiente e moderna de materiais. São 11 docas disponíveis para oferecer agilidade e organização no recebimento e na expedição. 

Tecnologia e máxima segurança, sempre 

O armazém é 100% automatizado via sistema WMS. Isso permite rastreabilidade de todos os processos validados. E tudo é monitorado 24 horas por dia, o que garante total segurança. 

Alcance nacional 

Em 20 anos de mercado, a Viena Log logrou um amplo alcance de sua operação. Além de seu armazém principal, a companhia conta com bases de apoio em todas as capitais brasileiras. Dessa forma, consegue atender o território brasileiro, de ponta a ponta. 

Para a Viena Log, o alcance logístico é um exercício constante. O time da companhia está sempre buscando soluções ideais para atender as necessidades dos clientes e parceiros. Onde quer que eles estejam. 

Além da localização privilegiada – Guarulhos, na grande São Paulo, onde há um depósito para armazenagem e distribuição de cargas com 7.500 m² com 3.000 posições/pallet –, a companhia conta com importantes bases operacionais. 

Confira neste quadro: 

Localização da Base  Capacidade de Armazenagem 
Aracaju/SE  785 m² 
Belém/PA  1.650 m² 
Belo Horizonte/MG  1.967 m² 
Brasília/DF  1.760 m² 
Boa Vista/RR  670 m² 
Cuiabá/MT  850 m² 
Campo Grande/MS  820 m² 
Curitiba/PR  1.185 m² 
Florianópolis/SC  930 m² 
Fortaleza/CE  1.318 m² 
Goiânia/GO  1.255 m² 
João Pessoa/PB  843 m² 
Manaus/AM  1.015 m² 

Além dessas bases operacionais, Viena Log também dispõe de pontos de apoio em diversas cidades: 

  • Londrina/PR; 
  • Blumenau/SC; 
  • Caxias do Sul/RS; 
  • Foz do Iguaçu/PR; 
  • Imperatriz/MA; 
  • Ilhéus/BA; 
  • Joinville/SC; 
  • Marabá/PA; 
  • Ribeirão Preto/SP; 
  • Santarém/PA; 
  • Uberlândia/MG. 

Aqui está uma lista de serviços da Viena Log, que amparam a expertise da empresa em logística proporcional, e tornam a armazenagem de materiais de merchandising uma operação bem estruturada: 

  • Positivação; 
  • Suporte fiscal; 
  • Operacionalização de embalagens; 
  • Expedição; 
  • Rastreamento; 
  • Manuseio; 
  • Separação; 
  • Transporte; 
  • Descaracterização de materiais; 
  • Follow-up; 
  • Coleta e logística, inclusive reversa. 

→ Saiba mais sobre a Viena Log e os serviços prestados no site vienalog.com.br 

Conclusão 

Uma boa armazenagem é fundamental para a gestão de trade marketing. Todos os processos que a envolvem devem ser bem pensados e executados, evitando erros e retrabalhos. 

Um cliente não pode ver uma propaganda na televisão e depois não encontrar o produto na gôndola do supermercado, seja por questões de ruptura ou então por uma exposição tímida no ponto de venda. E um varejista não pode perder vendas porque o merchandising prometido pelo fabricante não pode ser realizado por falta de eficiência na gestão dos materiais promocionais. 

Para finalizar, lembramos que aqui na Viena Log a armazenagem de materiais de merchandising é uma parte importante dos serviços de logística promocional. Sempre em parceria com nossos clientes, nós criamos e executamos projetos com objetivo de potencializar resultados operacionais e financeiros.   

E então, conseguimos te mostrar o quanto a armazenagem precisa ser bem planejada e executada em uma estratégia de merchandising? Faça contato conosco e veja como podemos apoiá-lo neste processo!